4 de junho de 2011

Mudaste. Já não és o mesmo. Já não falas para mim da mesma maneira nem tão pouco te importas comigo. Não quero nada disto. Não te quero assim para mim.