20 de junho de 2011

Porque é que eu sou parva ao ponto de só querer o que não posso ter?
Quando estavas ao meu alcance e me disseste o que realmente sentias eu ignorei. Não sei porquê. Talvez por nessa altura ainda não estar completamente recomposta, por simplesmente ter medo de arriscar ou porque me tentavam convencer que não eras a melhor opção, não sei... Só sei que, realmente, és um parvo e um estúpido mas que eu gosto muito de ti e de estar contigo (agora é capaz de ser tarde).

2 comentários:

Maria Filipa disse...

quem escreveu aquilo no exame eu juro que passa a ser o super homem !

Maria Filipa disse...

completamente.