7 de abril de 2011

Hoje, ao conviver com duas idosas e ao deparar-me com as suas realidades, questionei-me a mim mesma sobre o sentido da vida. Uma delas tínha um pé todo inchado porque tinha caído na cozinha e já não saía de casa à imenso tempo porque não consegue andar devido à idade. E pergunto-me; será que vale a pena querermos chegar sempre mais longe, morrer o mais velhos possiveis, e não poder sair de casa? Estar em casa constantemente, querer andar, ir ao sitios do costume, ir ter com as amigas e não podermos porque o nosso corpo não o permite?
Ao ver a senhora a chorar por causa disto pensei seriamente nesse assunto. Deve ser triste não poder viver a nossa vida e sermos independentes. Sim, eu quero morrer tarde, quero ser velha, mas quero ter qualidade de vida. Quero poder sair à rua, ir ter com as amigas, os amigos, ir ao café, ao supermercado, etc etc etc, porque se for para ficar em casa todos os dias e não poder sair não quero, não vou suportar.
Pessoalmente prefiro morrer aos 70 e em toda a minha poder ter tido independência dos que morrer aos 100 e passar os últimos anos da minha vida fechada em casa ou, pior, numa cama.

E vocês, o que pensam sobre o assunto?

kiss kiss <3

Um comentário:

Fii disse...

pois imagino :s